Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pelos caminhos de Portugal, uma provocação à paisagem

por Nuno Costa Santos, em 07.02.18

Álvaro Domingues, geógrafo, professor, ensaísta, também parece ter esse fascínio em fazer uma montagem de vozes, dos textos de biblioteca às prosas da internet. Ele sabe que a forma mais certeira de dizer o mundo de hoje – no caso o de Portugal – é a de o mostrar na sua impureza. E intercalando os tempos. O capítulo mais arriscado de Volta a Portugal chama-se “Os Fados da Portugalidade” e consiste numa colagem de textos de figuras com mundividências tão diversas como Fernando Pessoa, António de Oliveira Salazar, Jaime Cortesão, Antero de Quental, Almeida Garrett e Guerra Junqueiro. Engenhosa construção que termina com uma fotografia daquilo que parece ser um cemitério de sanitas.

 

Mais aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:09



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D