Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Lugar para Ficar

por Nuno Costa Santos, em 11.02.14

 

 


Somos do recanto onde queremos morar depois de morrermos. É esse o sítio que devia figurar nos bilhetes de identidade. “Quando morrer quero ficar ali. Porque sou dali”. Ser dali é um sentimento, a emoção de quem foi capturado por um espaço depois de uma vivência importante ou da leitura de um livro de poemas ou da audição da orquestra dos pássaros lá da terra. Não somos da superfície onde nascemos mas desse lugar onde desejamos ser enterrados ou onde as nossas cinzas podem ser guardadas ou espalhadas – aquele que pode ficar consagrado num testamento escrito ou noutro testamento mais significativo, comentado em casa ou no café, junto ao cheiro dos bolos da manhã. 

Muitos não têm a possibilidade de concretizar o desejo. Mas só o facto de lhes ter passado pela ideia a imagem de um lugar torna-os desse casulo. Os que que não se importam com o assunto também entram no jogo. A morte, para eles, é o carimbo final do absurdo de viver. É-lhes igual: podem ficar no sítio onde vivem, no território onde nasceram ou numa estepe distante. O não quererem um sentido torna-se um sentido, uma possibilidade tão vasta como a liberdade. Tornam-se de toda a parte porque é em toda parte que querem ficar.

Li que as cinzas de Natália Correia vão ser transladadas para São Miguel, desejo manifestado em vida pela escritora. Transladadas é uma palavra feia. Vão para casa, como o velho actor interpretado por Michel Piccoli no filme de Manoel de Oliveira. Estavam há 20 anos no cemitério dos Prazeres e seguem agora viagem para a freguesia da Fajã de Baixo, de onde era natural. Mas Natália, a desobediente, poderia ter querido ir para o Cairo, para Vigo ou para a madeirense Ilha de Circe, “bela como uma ruína do paraíso”, título de um livro seu, de 1983. E, caso fosse esse o capricho, seria aí e só aí que poderíamos deixar um extravagante ramo de flores, junto ao vulcão que habitava essa mulher.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:31



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D